Imprimir esta página
PNAE

Mais de 12 mil estudantes do Piauí recebem kits da alimentação escolar

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Terça, 04 Agosto 2020 16:56
Mais de 12 mil estudantes do Piauí recebem kits da alimentação escolar

Alimentos entregues pelas secretarias municipais de educação foram adquiridos com recursos do PNAE

Estudantes da rede municipal de quatro cidades do Piauí receberam cerca de 12,6 mil kits de alimentos adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A medida é uma das ações de parceria entre o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), responsável pelo repasse dos recursos e pelas normatizações do programa, e as secretarias de educação, que organizam e distribuem os alimentos.

O presidente do FNDE, Marcelo Ponte, destaca a importância do engajamento das secretarias e dos gestores do PNAE nos estados e municípios. “É uma satisfação muito grande poder contar com a colaboração de todos os agentes envolvidos na política da alimentação escolar. Nesse período de pandemia, o programa está sendo operacionalizado de maneira diferente e, por isso, é muito importante haver constante diálogo entre o FNDE e as gestões locais, para que o estudante continue tendo acesso ao que lhe é de direito”, ressaltou.

As entregas registradas no Piauí contemplam estudantes de São Raimundo Nonato, Madeiro, Canto do Buriti e Buriti dos Lopes. As distribuições seguem as orientações da Resolução nº 2/2020, que regulamentou a Lei 13.987/20. A normatização permite que os alimentos adquiridos com o dinheiro do PNAE sejam entregues aos estudantes matriculados na rede pública. Todos os alunos têm direito a receber os kits e cabe aos estados e municípios decidir de que forma a entrega será feita.

Para o prefeito de Buriti dos Lopes, ‎Raimundo Nonato, a entrega vai além da questão da alimentação. É uma maneira de manter a escola participante do dia a dia dos cerca de 2.900 estudantes que receberam os kits, mesmo sem as aulas presenciais. “A iniciativa visou levar alimentos para a mesa de muitas famílias carentes ou que ficaram sem poder trabalhar devido à pandemia. Também fez com que os pais conhecessem a qualidade da merenda que os filhos consomem na escola. Nesse momento de pandemia e de aulas remotas, devemos manter o vínculo dos alunos com a escola, e a alimentação escolar é um dos instrumentos que asseguraram esse contato”, disse o prefeito.

Em Canto do Buriti foram entregues mais de 2.500 e no município de Madeiro, cerca de 5 mil.

Segurança alimentar e nutricional – Uma das diretrizes do PNAE é a oferta de alimentos que contribuam para a construção de hábitos alimentares saudáveis. Nesse sentido, o FNDE orienta que os gestores continuem dando esse enfoque no momento de preparar os kits. Em São Raimundo Nonato, por exemplo, a prefeitura adquiriu os produtos dos agricultores familiares da região. Nos kits dos mais de 2.200 estudantes foram banana, mamão, abóbora, beterraba, manga, além de outros alimentos não perecíveis.

Para a nutricionista do município, Ana Gesilda Lim, dar condições para que os alunos mantenham alimentação de qualidade neste período tem sido fundamental. "A merenda que chegou tem um valor nutricional bem interessante, bem balanceado. Estamos conseguindo inserir produtos da agricultura familiar, bem como a participação de diretores que cultivam horta dentro das escolas e têm contribuído bastante na distribuição de produtos orgânicos aos alunos”, ressaltou.

Continuidade dos repasses – Somente neste ano, o FNDE repassou R$ 2,3 bilhões para alimentação escolar. Os valores seguem sendo transferidos normalmente para os estados e municípios e podem ser conferidos no portal da autarquia, em Liberação de Recursos.